quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Momento da Vergonha

Ontem vi pela primeira vez (e ainda assim não vi todo) o Momento da Verdade.
O que é aquilo????!!! Fiquei incrédula com a dureza e a crueldade de tanta verdade. Sou apologista da verdade, sim, claro! Mas o problema é quando se pensa, como eu pensei, "-não, isto não pode ser verdade!" Mas é. Infelizmente é. E chego à conclusão que há muitos trafulhas por aí. Cruzam-se connosco todos os dias. Nas passadeiras, nas filas do supermercado, nos restaurantes. Estão por todo o lado. E ninguém suspeita que por detrás daquela figura escondem-se segredos, "rabos presos", cobiças, más línguas e invejas. Pois... não suspeitamos nós nem quem está mais perto dessas pessoas. E aí é que está o grave da questão. É grave uma mulher descobrir na televisão, perante a família, os amigos e o país inteiro, que desconhece o homem com quem casou. Mais grave ainda é ver o público aplaudir como se fosse um concurso.

Caro público, isso não é um concurso!!! É a vida virada do avesso a troco de uns trocos que não pagam nem apagam os destroços em que se tornaram aquelas vidas...!

Surpreende-me que haja gente com vidas assim, tão sombrias e obscuras. Mas mais que isso indigna-me como é que essas pessoas vão para a televisão expôr o que se esforçam por esconder.

E fico feliz por perceber que eu nunca seria escolhida pela produção do programa.

- Odeia o seu chefe?
- Não.
- Já prejudicou os seus colegas para seu bem?
- Não.

- Já traíu o seu marido?
- Não.

- Pensa noutros homens quando está com o seu marido?
- Não.



Ah como é doce o sabor de ter uma vida normal...!

1 comentário:

zézito disse...

Nós, os "normais" somos bem mais felizes =)