terça-feira, 23 de junho de 2009

Dia 18 de Junho

O dia que rasgou uma ferida no meu coração de mãe.
O dia que marcou a ferro e fogo a minha alma de mãe.

Felizmente ela não se vai lembrar. Só eu.

4 comentários:

D.er N disse...

Força!

Lila disse...

Ai, amiga, assim deixas-me preocupada!!!!
Estás bem?

Leãozinho disse...

Espero que não tenha sido nada grave e que agora estejam todas bem, tu e elas.

Pepper disse...

Força rapariga!

Beijos