quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Forever Friends


Há diferentes tipos de amigos.
Os amigos de casa são aqueles que, tal como o nome indicam são tão amigos que frequentam a nossa casa. Os amigos de casa vão ao cinema juntos, alinham em jantaradas, passam férias juntos, ligam-se, partilham copos a mais.

Depois há os amigos do coração. São aqueles que têm sempre um lugar reservado no nosso coração, aconteça o que acontecer. Até se pode não estar com eles todos os dias, nem tomar café com a frequência que se gostaria. Até se pode cuidar pouco dessa amizade, mas ela nunca se enruga nem perde a frescura. E quando estamos com eles é como se estivessemos estado juntos no dia anterior.

Há os amigos da escola, que não sendo propriamente amigos do coração, o reencontro é sempre servido com alegria e saudade genuina.

Há também os amigos colegas que partilham connosco os obstáculos de um dia de trabalho, a surpresas, as angustias, o desejos, os sonhos, as dores de cabeça, as dores de alma... tudo durante a jornada laboral.

E há ainda os amigos a ser. Na realidade, ainda não se podem considerar amigos, mas já há empatia e com a sábia ajuda do tempo lá chegarão.

Isto tudo para dizer que uma amiga a ser hoje convidou-me para fazer um trabalho. Nada de especial, confesso, nada mesmo. Mas era um trabalho que eu gostava de começar a fazer. E isso só foi possível porque a minha amiga a ser gosta de mim. Impressionante, não é?

2 comentários:

Buttafly disse...

De vez em quando há boas surpresas...

;)

Leãozinho disse...

Isso são duas oportunidades numa só. Toca a agarrá-las com as duas mãos. Good luck.