terça-feira, 19 de julho de 2011

Troca tintas



A minha casa está a precisar de pinturas. Hall de entrada, cozinha, sala e escritório. Eu até gostava de pôr as mãos na tinta, só para experimentar porque acho que deve ser muito divertido pintar paredes. Só nos primeiros 10 minutos. Depois deve ser um pincel.

E como eu sou rapariga que preza a sua casa e que sabe que vai ter vários fanicos de enfiada ao ver o chão cheio de pingos de tinta, optei por deixar o serviço de pintura para quem percebe do assunto.

Vai daí, pedi orçamento a uma empresa que já fez trabalhos na minha casa. Como combinado, lá estava o dito do envelope com os valores mágicos lá dentro, na caixa do correio. Vou já directa aos valores: 1.350€!!!! É óbvio te tive logo ali uma coisa ruim. Uma não! 1.350 coisas ruins!!!

Como é óbvio, fui pedir orçamento a outro pintor, que de resto foi lá a casa estudar-me as paredes ontem à noite. Novamente, vou directa aos valores: 150 €, compro eu as tintas.

Alto lá!!!! 150€??? 1.350€??? Eu juro que os dois viram a mesma casa! A menos que o cheiro da tintas lhes estivesse entranhado no cérebro e toldado as contas.

Não sei. O que eu sei é que contractualizei os serviços do pintor que estava a gozar a sua trip sem delírios de grandeza.

Daqui a uns dias vou descobrir qual dos dois é um troca tintas.

1 comentário:

S. disse...

ahhh pois é, o que eu já me ri com o teu post!!!

já me aconteceu precisamente o mesmo!

e há mais uma vantagem, o facto de poder escolher-se as tintas permitir optar entre marcas e mais uma vez controlar os preços!

boa sorte!