segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Um desejo às 5h


Este fim de semana, às 5 e qualquer coisa da manhã, a filha Margarida acordou e chamou invarialvelmente a mamã.
Desta vez não tinha perdido a chupeta, nem queria abracinhos nem nada disso. Apenas queria manifestar um desejo:
- Mamã, Guigui quer ir para a neve.
Mentalmente contei até 1500 para conter o estado de ebulição que ameaçou apoderar-se de mim e, entre o meu sono e a surpresa do pedido respondi-lhe:
- Está bem. Amanhã falamos com o pai sobre isso.
E assim se cria um monstro. Agora não pára de dizer que quer ir à neve e que vai à neve com o tio Piturro e neve para aqui e neve para ali.
Já estou mesmo a ver como isto vai acabar: iremos todos à neve e eu ficarei tão estafada que a seguir irei precisar de uns dias de férias. Que não vou ter.
Só de pensar já fico cansada...